relacionamento

 

Verdade seja dita: o mundo dos relacionamentos sem as redes sociais, se não era mais feliz, era, ao certo, menos problemático. Ou não? Alguns casais afirmam que as redes sociais não interferem em nada na relação. Para outras pessoas, é um verdadeiro e grande problema!

Algumas pessoas entendem as redes sociais (e neste caso vou limitar a falar no Facebook, já que ele tomou o momento no que diz respeito ao assunto) como um caminho para contar toda a vida, permitindo, dessa forma, que o companheiro – e até mesmo outras pessoas – saibam tudo que está acontecendo! Já outras são mais reservadas, não abrindo caminho para tanta “fuxicação”.

Quando ainda não existia Orkut (a primeira rede social de peso na vida do brasileiro) as pessoas não tinham a vida assim, tão exposta! Para falar com outras pessoas, se quisesse falar de forma virtual, o acesso era através de e-mail ou de programas de bate papo, como MSN ou até, há uns dez anos atrás, ICQ. No entanto, a conversa se dava entre você e mais alguém e ninguém via o que era conversado. Com o Orkut, as vidas começaram a ser mais expostas. Era possível saber onde tal pessoa estava, o que ia fazer, se estava namorando ou não. Era possível olhar a página do parceiro e saber quem deixou mensagem e o que ele estava fazendo. Como se não bastasse, se a página fuxicada não te desse as informações que você queria, ainda era possível olhar a vida da ex, da amiga, do chefe e de quem mais quisesse.

Com a chegada do Facebook as coisas ficaram ainda mais íntimas. Agora, de acordo com a publicação da pessoa, é possível saber, ainda, como está seu estado de espírito do dia! O Facebook passou a ser um verdadeiro diário das pessoas e se tornou mais importante para manter relações do que a “vida real”.

Para algumas pessoas, o Status de relacionamento do Facebook vale mais do que o verdadeiro namorar. Se não estiver em um relacionamento sério na rede, então não existe relacionamento! Me pergunto: quer dizer então que até pouco tempo atrás, ninguém namorava nem casava? Tenho pena dos meus pais, que viveram a vida inteira juntos e não sabiam que estavam solteiros!

O Facebook ganhou tanta importância na vida das pessoas que é só o que importa! O problema é que tanta falta de privacidade não resulta só em coisa boa! Muitos problemas são causados em função da rede, fazendo com que intrigas, fofocas e mesmo inveja sejam gerados! O que era pra ser uma distração e uma diversão entre amigos, se torna até mesmo brigas sérias.

Até que ponto uma rede social vale mais do que a própria vida? Até que ponto uma rede social pode interferir na vida das pessoas? Até que ponto uma rede social pode terminar uma relação? São muitos “até que ponto uma rede social…” para serem analisados e respondidos, mas são questões interessantes para serem analisadas.

Gostaríamos de saber a opinião de vocês! De que forma, positiva ou negativa, o Facebook interfere num relacionamento? Valendo!

 

Por: Bia Couto