sa31Outubro foi o mês da campanha “Outubro Rosa”, pela conscientização da importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Mas não é porque o mês acabou que devemos nos esquecer dos cuidados com a nossa saúde. O Autoexame, a mamografia e o ultrassom das mamas são importantes aliados na luta contra o câncer de mama. Mas você sabe qual a indicação de cada um deles?

O autoexame das mamas deve ser feito todos os meses, como explica a Drª Danysa Nascimento, Ginecologista e obstetra formada pela UNIFENAS/MG. “O autoexame da mama pode ser feito mensalmente, na hora do banho, após passar sabonete na região da mama, sempre menstruada ou imediatamente pós-menstrual”, explica.

Mas apesar da importância do autoexame, ele não substitui o acompanhamento médico. “O autoexame não substitui a avaliação e palpação médica, que deve ser feita anualmente, além dos exames específicos pra mama conforme a idade da paciente. As pacientes acham que fazendo o autoexame não precisam fazer mamografia ou outro acompanhamento e isso é errado, pois existem nódulos imperceptíveis no autoexame e um câncer de mama sendo diagnosticado com menos de um centímetro as chances de cura são muito maiores.”, ensina a doutora.

A mamografia é um exame de rotina. O recomendado é a partir dos 40 anos, mas ao menor sinal de dor, nódulo ou mancha na mama, o médico deve ser alertado. Em pacientes com histórico de câncer de mama na família é preciso iniciar o acompanhamento mais precocemente.

Nos casos em que o médico tem dúvidas no resultado da mamografia, ou quando a paciente apresenta glândulas densas, é preciso fazer o Ultrassom das mamas.