A blogueira e jornalista Carla Boechat, do Blog Fui, Gostei, Contei  fez uma matéria super prática e inspiradora em seu blog: dez dicas para preparar uma mala enxuta.

Foi durante as viagens e os cansaços de ter que carregar pesos a troco de nada (porque acaba voltando com um monte de roupa que foi esquecida durante a viagem) que ela conseguiu entender como deveria organizar sua mala para levar somente o necessário. E as dicas são ótimas! Vamos acompanhar?

O texto segue na íntegra, mas pra você conhecer melhor o blog que tem MUITA história gostosa e muita experiência bacana compartilhada, acesse a página e delicie-se!

shutterstock_148635122
1- ESCOLHA UMA MALA PEQUENA
Não adianta, se você optar por uma mala grande, cairá na tentação de levar o famoso unicórnio que estava passando por ali e você pensou: “Ah, vai que eu preciso?”.

2- CONHEÇA O CLIMA DO LUGAR
Antes de começar a pensar na roupa que você quer levar, pesquise sobre o clima do lugar na exata época em que você vai. E confira a previsão do tempo um ou dois dias antes da viagem. Isso pode mudar completamente a sua mala!

3- PARA DESTINOS FRIOS, ACESSÓRIOS
Se você está viajando para um lugar frio, invista em cachecóis e acessórios (nada de coleção de maxi bolsas!) coloridos. E calças, blusas e casacos neutros. Assim você poderá repetir roupas sem estar com a mesma cara todos os dias – sou mulher e entendo o drama feminino do mesmo look nas fotos ;)

4- DUAS BOLSAS BASTAM
Para as mulheres, duas bolsas bastam: uma pequena para a noite e outra para o dia-a-dia – aí você adequa ao seu estilo: mochila? Bolsa transversal? maxi bolsa?

5- NÃO INVENTE
Sabe aquele sapato novo, lindo e super descolado, mas que machuca? Numa viagem você vai andar mais, conhecendo os lugares, e não é legal usar algo que incomode. Ou você vai evitar o sapato, ou vai usá-lo e se arrepender pelo resto das férias. Priorize aqueles que você já sabe que são confortáveis e aguentam o tranco. É a mesma coisa para roupas. Aquela blusinha fofa, que você comprou na promoção e que está encalhada no armário há séculos continuará encalhada na mala. A chance de você usar algo que não é comum no seu dia-a-dia é mínima.

6- REGRA DOS 50%
Antes de guardar as coisas na mala, coloque tudo sobre a cama. E guarde de volta uns 50% do que você havia selecionado. É sério! Funciona! Ao invés de dois perfumes, leve um. Hidratantes e cremes em tamanhos pequenos (viagem não é lugar para dia da beleza, dificilmente você terá tempo para isso). Deixe a necessaire gigante de maquiagens e opte por um modelo compacto, com o básico: uma sombra, um rímel, uma base, um lápis ou delineador, corretivo, dois batons, um demaquilante. E já acho muito!!! Adapte ao que você gosta de usar, mas sem exageros.
E vale experimentar looks, observar as cores e estampas, ver se tudo conversa entre si. Se tem uma peça solta, que não combina com mais nada, desapegue e resista ao pensamento “mas vai que lá eu vejo uma saia que eu goste e compro para usar com ela”. Sério, a chance dela encalhar é enorme.

7- SE AMASSA, FICA
Roupa que amassa com facilidade é trabalho dobrado. A não ser que você tenha 100% de certeza que terá acesso fácil a um ferro elétrico, evite. Por favor, não leve um ferrinho portátil só por causa dela!

8- COMO GUARDAR
Quando é uma viagem mais longa e opto por malas de rodinha, gosto de guardar as roupas bem esticadas, com o mínimo de dobras possível. Por exemplo: faço apenas uma dobra nas calças, na altura dos joelhos e as guardo bem esticadas; blusas são colocadas esticadas por inteiro e sem dobras. Além de chegarem menos amassadas, ocupam menos espaço assim.
Quando a viagem é curta e uso mochilas, enrolo as roupas ao invés de dobrá-las.
Outra dica é “esconder” perfumes e cremes dentro dos sapatos. Guarde-os em sacolinhas antes por questão de higiene. Essa é uma tática ótima para evitar que embalagens de vidro quebrem e ainda economizar espaço.

9- SEJA PREVENIDO
Se a viagem é de avião, leve na bolsa de mão uma muda de roupa, roupa íntima e produtos de higiene básicos, para o caso da mala ser extraviada. E atenção: tudo isso deve ser retirado da sua mala normal, aquela que já passou pela redução dos 50%. Não aproveite para assaltar o armário novamente!

10- VIAJE
Só com experiência e conhecendo melhor seu estilo, o que você usa, o que faz durante as viagens, poderá se adaptar e carregar menos peso. Esses 10 passos não são regras, são inspirações. E desapegue sem dó. Ao chegar a um destino sem dor nas costas por carregar tanta tralha, você entenderá do que eu estou falando.